sábado, 8 de maio de 2021

Diretor da ABIn, delegado Ramagem rebate após o senador Randolfe ameaçar tentar tirá-lo da Agência


Alexandre Ramagem, delegado da Polícia Federal e Diretor-Geral da Agência Brasileira de Inteligência nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro, rebateu o senador Randolfe Rodrigues e publicou uma nota ressaltando a missão institucional da ABIn ao coadunar esforços para o combate à corrupção. Na nota, Ramagem pontuou: “A corrupção e o desvio de recursos públicos são condutas capazes de produzir a erosão das instituições, o empobrecimento da sociedade e o descrédito do Estado. Cabe à Inteligência cooperar”.

Anteriormente, o senador Randolfe havia publicado a capa da Revista Crusoé desta semana, que alega que o Governo Bolsonaro usa o serviço secreto para levantar suspeitas sobre governadores e prefeitos, e ameaçado: “Diante disso estou protocolando requerimento em comum acordo com a direção desta CPI para afastar o Senhor  Alexandre Ramagem da direção da ABIN por obstrução a investigação parlamentar”.

Leia a íntegra da nota publicada por Alexandre Ramagem:

“A Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) possui competência para planejar e executar ações relativas à obtenção e à análise de dados para a produção de conhecimentos acerca de fatos e situações de imediata ou potencial influência sobre o processo decisório e a ação governamental, conforme sua lei de criação (Lei nº 9.883/99).

A corrupção e o desvio de recursos públicos são condutas capazes de produzir a erosão das instituições, o empobrecimento da sociedade e o descrédito do Estado. Cabe à Inteligência cooperar, com os órgãos de controle e com os governantes, na prevenção, identificação e combate à corrupção, em suas diversas manifestações, conforme o Decreto nº 8.793/16.

Ademais, está entre as atribuições da Inteligência de Estado o compartilhamento de informações e de trabalho coordenado e integrado, e oferecer assessoramento capaz de permitir adequado gerenciamento de potenciais crises (Decreto nº 8.793/16).

Na ocorrência de quebra de sigilo funcional, a ABIN promoverá a devida apuração, objetivando reprimir condutas irregulares e preservar, assim, a instituição e os servidores competentes e qualificados, sempre compromissados com o interesse público.

A ABIN continuará a cumprir seu papel, estabelecido em leis e decretos vigentes, com irrestrita observância dos direitos e garantias individuais, fidelidade às instituições e aos princípios éticos, que regem os interesses e a segurança do Estado”.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...