quarta-feira, 1 de maio de 2019

Léo Pinheiro diz que Lula o pressionou para contratar empresa do marido de Rosemary Noronha


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, disse, em seu acordo de delação premiada, que o ex-presidente Lula o pressionou para contratar a empresa do marido de sua amante, Rosemary Noronha, segundo informa o jornal Folha de S. Paulo. 


Ouça: 


Segundo o jornal, Léo Pinheiro afirmou que a OAS contratou a empresa do marido de Rosemary Noronha a pedido do presidente da Previ à época, Ricardo Flores. Após a realização das obras, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, disse a Léo Pinheiro que a empresa do marido de Rosemary tinha tido prejuízo, e pediu um novo contrato. 

General Augusto Heleno reitera apoio do Brasil a Juan Guaidó


Como houve demora para conseguir um novo contrato para o marido de Rosemary Noronha, o próprio Lula teria demonstrado profunda irritação a Léo Pinheiro, que garantiu a Rosemary Noronha e seu marido que as “pendências” seriam resolvidas. Em pouco tempo, a empresa foi contratada. Segundo o jornal, os contratos com a OAS renderam mais de R$ 1,8 milhão ao marido de Rosemary Noronha. 

O empresário Léo Pinheiro assinou acordo de delação com a Procuradoria-Geral da República em janeiro deste ano. O acordo é sigiloso e aguarda homologação pelo relator da Lava Jato no STF, o ministro Edson Fachin. 

Veja também: 









Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...