terça-feira, 9 de abril de 2019

‘Quando as forças de segurança pública atuam juntas, não há como o crime organizado fazer frente’, diz Moro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, iniciou um balanço das ações de seu ministério na marca de 100 dias do governo Bolsonaro. Inicialmente, Moro lembrou os episódios de extrema violência por grupos criminosos no Ceará, controlados através da ação conjunta dos governos federal e estadual. 

Ouça:


Leia o texto de Sérgio Moro: 

Como se aproximam os cem dias de Governo do Presidente Jair Bolsonaro, vou aproveitar para lembrar algumas atuações do MJSP desde janeiro.
Já na primeira semana de Governo, surgiu a crise de segurança no Estado do Ceará. Grupos criminosos organizados se uniram para atacar alvos civis e intimidar a sociedade e o poder público. Tentaram até explodir pontes e viadutos.
Leia também: 


O Governo Federal e o Governo Estadual uniram-se e agiram rápido. Enviamos a Força Nacional já no dia 04/01. Também enviamos uma força de intervenção penitenciária para vasculhar e controlar presídios. PF e PRF intensificaram seus trabalhos no Ceará.
Disponibilizamos vagas em presídios federais, transportamos e isolamos as lideranças das organizações criminosas. O Governo Estadual também fez um excelente trabalho.
O pico dos ataques foi no dia 06 de janeiro, mas até o final do mês os ataques ficaram escassos. Recentemente, no dia 01/04, houve uma tentativa extemporânea de novo atentado e que resultou apenas na prisão dos envolvidos, conforme notícia que já postei anteriormente aqui.
O episódio confirma que, quando as forças de segurança pública, federais e estaduais, se integram e atuam juntas não há como o crime organizado fazer frente.
Veja também: 








Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...