sábado, 1 de dezembro de 2018

‘Não acredito que a solução para a superlotação dos presídios seja simplesmente abrir as portas da cadeia’, diz Moro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Após o presidente eleito Jair Bolsonaro dizer que, se houver indulto este ano, será o último, o futuro Ministro da Justiça, Sérgio Moro, confirmou que a tendência do governo eleito é de acabar com o tratamento especial a criminosos. Questionado sobre o julgamento do Supremo Tribunal Federal que vai no sentido de avalizar o indulto do ano passado de Temer e oficializar a impunidade, Sérgio Moro respondeu: “Nós respeitamos a decisão do Supremo [Tribunal Federal]. Nem precisaria dizer isso, mas o que o Supremo decidir será evidentemente respeitado. Mas, na linha do que tem dito o presidente eleito, esse é o último indulto com tão grande generosidade”, disse. “Como já afirmei, não acredito que a solução para a superlotação dos presídios seja simplesmente abrir as portas da cadeia, porque isso deixa a população vulnerável, e indultos tão generosos acabam desestimulando o cumprimento da lei”.


Ouça: 


Leia também: 
Dodge pede que Lula devolva o dinheiro público que gastou em sua campanha ‘fake’
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...