quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Grupo faz ameaça de ataque terrorista na posse de Bolsonaro


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Um grupo chamado “Maldição Ancestral” divulgou ameaças de ataques terroristas durante a posse do presidente eleito Jair Bolsonaro no dia 1º de janeiro. O grupo reivindicou a autoria de uma tentativa de atentado em Brasília, em que uma mochila com explosivos foi deixada próxima ao Santuário do Menino Jesus, em Brazlândia, próximo de Brasília. O Grupo Anti Bomba do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM foi acionado e detonou o artefato, e ninguém ficou ferido. 

Ouça: 


Em um site, o grupo se diz terrorista e faz ameaças específicas ao presidente eleito. Um texto diz: “se a facada não foi suficiente para matar Bolsonaro, talvez ele venha a ter mais surpresas em algum outro momento, já que não somos os únicos a querer a sua cabeça”. O grupo sugere que planeja um atentado na data da posse: “Se não for ele, servirá qualquer um de sua equipe, filiados, ou mesmo apoiantes e simpatizantes. Dia 01 de Janeiro de 2019 haverá aqui em Brasília a posse presidencial, e estamos em Brasília e temos armas e mais explosivos estocados”. 

A Polícia Federal abriu um inquérito e investiga as ameaças. 

Leia também:
‘Cumprimos a missão’, diz general sobre intervenção no Rio
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...