sexta-feira, 20 de julho de 2018

Enquanto o ditador da Nicarágua continuava a massacrar seu povo, o Foro de São Paulo confraternizava em Cuba, solidarizando-se com ele, diz procurador


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Na Nicarágua, o número de mortos pelo ditador Daniel Ortega nos últimos três meses já se aproxima de 400 - mais do que em 20 anos de regime militar no Brasil. Embora a comunidade internacional esteja se posicionando contra o ditador e exigindo providências, o Foro de São Paulo ainda apoia Ortega. O procurador Aílton Benedito nota: "Mais um tirano bolivariano massacra o próprio povo em nome do socialismo do século XXI. A Nicarágua engolida pela barbárie. A repressão da tirania socialista de Daniel Ortega contra protestos repete todos os ingredientes da crise venezuelana. Do lado de Ortega, apenas o Foro de São Paulo, incluindo o Partido dos Trabalhadores. Enquanto o nicaraguense continuava a massacrar seu povo, a entidade que reúne as esquerdas latino-americanas confraternizava em Cuba, solidarizando-se com Ortega".

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...