sexta-feira, 27 de abril de 2018

Procurador da Lava Jato reage a inquérito aberto pelo STF contra procurador: 'Atentado à liberdade de expressão não só de Carlos Fernando, mas de centenas de promotores, procuradores e juízes que têm e usufruem do direito de crítica, como profissionais, acadêmicos e cidadãos'

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, criticou os ministros do STF por sugerirem que vão instaurar inquérito para investigar o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, conforme "vazado" pela jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Para Dallagnol, "Se a declaração ocorreu como retratado por Bergamo, é um atentado à liberdade de expressão não só de Carlos Fernando, mas de centenas de promotores, procuradores e juízes que têm e usufruem do direito de crítica, como profissionais, acadêmicos e cidadãos".

Após julgamento de crime bárbaro, promotor diz que é necessário discutir a pena de morte

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O promotor Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos, após o julgamento de um crime bárbaro, afirma que a sociedade precisa considerar a possibilidade da pena de morte. No caso em questão, um pintor foi assassinado e esquartejado. Os criminosos estavam em liberdade mesmo tendo diversas passagens por roubo, tráfico e homicídio.  Para Antunes, a reflexão sobre o tema se impõe: "Não que ela resolva todos os problemas, mas que seria um dos muitos remédios contra a impunidade, isso seria".

Roger, do Ultraje a Rigor, defende procurador que criticou o STF: 'Blasfêmia! Não pode criticar os deuses do Olimpo!'

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O vocalista Roger, da Banda Ultraje a Rigor, ironizou as ameaças contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima por suas críticas ao Supremo Tribunal Federal. Segundo a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, há ministros que pretendem instaurar inquérito contra o procurador caso ele não seja punido pelo próprio Ministério Público. Roger atacou: "Blasfêmia! Não pode criticar os deuses do Olimpo!". 

'Daqui a pouco os ministros da defesa dos bandidos de estimação estarão tentando prender os juízes honestos, começando por Sergio Moro', afirma jornalista Augusto Nunes

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O jornalista Augusto Nunes aponta o absurdo da decisão dos ministros Toffoli, Gilmar Mendes e Lewandowski de tirar do juiz Sérgio Moro trechos das delações premiadas da Odebrecht. Segundo o jornalista, "no Brasil, patifes togados viraram ministros da defesa dos bandidos de estimação. No momento, fazem o diabo para livrar Lula da cadeia. Daqui a pouco estarão tentando prender os juízes honestos, começando por Sergio Moro".

quinta-feira, 26 de abril de 2018

General faz alerta: 'O sistema apodreceu há tempos. Não podemos mais ser governados pelos podres políticos que afundaram essa nação'

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O General Eliéser Girão transmitiu um alerta aos brasileiros para este ano eleitoral: "Até outubro muita instabilidade política e insegurança jurídica deverão nos cercar. Precisamos nos blindar ideologicamente e agir para mudarmos o status quo. O sistema apodreceu há tempos. Não podemos mais ser governados pelos podres políticos que afundaram essa nação".

terça-feira, 24 de abril de 2018

'Alguns ministros mais parecem serviçais de luxo do PT e do Lula', diz campeã olímpica

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
A campeã olímpica de vôlei Ana Paula manifestou sua indignação com as recentes decisões da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal: "O STF já vai se tornando o pilar da insegurança jurídica no Brasil. Alguns ministros mais parecem serviçais de luxo do PT e do Lula. Inacreditável o que andam fazendo".

segunda-feira, 23 de abril de 2018

'Partidos da Lava Jato ((PT, PMDB, PSDB, DEM, PR, PSB, PP, PRB, PCdoB etc) precisam ser cassados antes de meterem a mão no bilhão do fundão. Carvalhosa já pediu ao TSE!', clama Levy Fidelix

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O pré-candidato à Presidência Levy Fidelix criticou a distribuição de recursos públicos aos partidos envolvidos na Lava Jato: "O PMDB vai receber, de fundo eleitoral, 243 milhões; o PT, 212 milhões; o PSDB, 185 milhões; e o PP, 134 milhões. Eu quero saber onde está a ação do Modesto Carvalhosa, que protocolizou no TSE uma ação pedindo de cassação do registro do PP, PT, MDB, PSB, PDT, DEM e PCdoB. Essa turma de larápios não deveria disputar a eleição! O TSE não deveria deixar, deveria cassar o registro desse povo todo. Esse povo pegou dinheiro na Lava Jato, já tinha recebido antes no Mensalão, mas esse povo agora recebe de graça, do erário, do povo, mais de 1 bilhão e 700 milhões para fazerem suas campanhas, se reelegerem para fazerem suas blindagens e não serem presos".

domingo, 22 de abril de 2018

sexta-feira, 20 de abril de 2018

General 'enquadra' Lula e Gleisi em discurso contundente: 'roubaram inescrupulosamente a Pátria dos brasileiros'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O General Paulo Chagas atacou a senadora Gleisi Hoffmann, por seu vídeo, e questionou qual seria a "pátria" dos petistas: "Com certeza o Brasil não é a pátria da Sra Gleisi, nem tampouco é a do Sr Lula da Silva, já que ambos, unidos a seus comparsas dentro e fora do Brasil, roubaram inescrupulosamente a Pátria dos brasileiros".

William Waack 'pisa' em Gleisi Hoffmann ao comentar 'convocação ao mundo árabe': 'Demonstra ignorância. Se é tão ignorante aqui, vai saber o que está acontecendo lá fora?'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O jornalista William Waack ironizou o vídeo da senadora ré Gleisi Hoffmann, afirmando que o vídeo traduz muita ignorância. O jornalista alfinetou a senadora: "quem prefere ignorar que o Brasil é um Estado de Direito, que os processos judiciais são legais e que tudo o que aconteceu foi dentro da lei, vai saber o que está acontecendo lá fora?". 

Jornalista aponta como Manuela D'Ávila e outros estão usando 'fake news' para defender Gleisi e atacar a senadora Ana Amélia

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O jornalista Marlos Ápyus alertou para o uso da falácia do espantalho, utilizada pela esquerda para defender o discurso da senadora ré Gleisi Hoffmann aos povos árabes. O jornalista analisou a criação e a disseminação da notícia falsa que visa atingir a senadora Ana Amélia Lemos. Ana Amélia criticou duramente a fala de Gleisi. 

sábado, 14 de abril de 2018

'Coerência nunca foi o forte dessas pessoas; sempre foram contra prisões, mas exigem energia e punição no caso da vereadora do Rio', diz promotor

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O promotor de Justiça Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos, mostra que a exigência de investigação célere e pronta punição no caso da vereadora assassinada no Rio de Janeiro mostra, mais uma vez, a incoerência no discurso da esquerda: "sempre foram contra a prisão e o efetivismo penal, mas, há semanas, estão a exigir energia no caso da vereadora do Rio (e, justamente, da polícia que sempre quiseram abolir)".

domingo, 8 de abril de 2018

Vídeo mostra momento em que petistas precisam insistir para 'arrancar' garrafinha 'suspeita' das mãos de Lula

Imagem: Reprodução / Youtube
Um vídeo que circula na internet mostra o esforço de petistas para tirar das mãos de Lula uma garrafinha 'suspeita', durante a "missa" desta manhã, realizada para atrasar a prisão do condenado. No vídeo que circula nas redes sociais, um internauta filma a própria televisão e faz comentários e tece uma hipótese sobre o conteúdo da garrafa. 

sábado, 7 de abril de 2018

Vídeo desmoraliza ainda mais o discurso de Lula: Gleisi Hoffmann cheira o pescoço do ex-presidente e diz que está com cheiro de cachaça

Imagem: Reprodução / Youtube
Um trecho da "missa" de Lula para atrasar a prisão está viralizando nas redes sociais e desmoraliza ainda mais o ex-presidente. No vídeo, a senadora ré Gleisi Hoffmann cheira o ex-presidente e diz que ele está com cheiro de cachaça. 


quarta-feira, 4 de abril de 2018

General humilha Lewandowski: 'Será eternamente um advogadozinho porta de cadeia'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
Após o voto do ministro Ricardo Lewandowski no julgamento do habeas corpus de Lula, o General Paulo Chagas fez duras críticas ao ministro: "Lewandowski  não tem nem cacoete de juiz. Será eternamente um advogadozinho de porta de cadeia. Lula já sabia que iria precisar de um 'profissional' desse gabarito quando os seus crimes fossem descobertos".

Colunista de O Globo ataca Comandante do Exército: 'Tiros contra a caravana de um ex-presidente não renderam um tuíte do comandante do Exército'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
A jornalista Flávia Oliveira, colunista do jornal O Globo, revoltou-se com as declarações do Comandante do Exército: "Uma parlamentar executada num estado sob intervenção federal, um ministro do STF ameaçado, tiros contra a caravana de um ex-presidente não renderam um tuíte do comandante do Exército. Foram três episódios recentes classificados como ataque à democracia".

Se STF permitir Lula candidato, não restará alternativa a não ser intervenção, afirma general

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
Em meio à onda de manifestações de oficiais generais da reserva contra a concessão de habeas corpus para impedir a prisão de Lula, o general de Exército da reserva Luiz Gonzaga Schroeder Lessa disse ao jornal O Estado de S. Paulo que, se o STF (Supremo Tribunal Federal) deixar o petista solto, estará agindo como “indutor” da violência entre os brasileiros, “propagando a luta fratricida, em vez de amenizá-la”. 

'Fez uma advertência oportuna', afirma o senador Álvaro Dias sobre o General Villas Bôas: 'Coloca o Exército brasileiro em sintonia com o desejo do nosso povo de ver nascer uma nova Justiça onde todos serão iguais perante a lei'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
Para o senador e pré-candidato à Presidência Álvaro Dias, do Podemos, o General Villas Bôas fez “uma advertência oportuna”. 

PSOL dá a entender que 'pedirá a cabeça' do Comandante do Exército: 'É pura e inaceitável intimidação, com claro viés golpista'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O PSOL repudiou as declarações do Comandante do Exército, General Villas Boas, que afirmou que o Exército repudia a impunidade. Em nota oficial, o partido "repudia com veemência as declarações do general Vilas Boas, proferidas às vésperas do julgamento do STF. Em tom inaceitável, o comandante das Forças Armadas sugere veladamente que o Exército poderia agir a depender do resultado do julgamento do Habeas Corpus do ex-presidente Lula. Dessa forma, o General age como 'indutor' da violência entre os brasileiros, incentivando os mais desequilibrados a se insurgir contra a Constituição brasileira". E sugere: "O Brasil só vencerá a profunda crise em que se encontra com mais democracia e coibindo ameaças intolerantes e desequilibradas como as aqui mencionadas".

'Qual o crime do Comandante do Exército ao dizer que os militares estão a favor do povo e contra a impunidade? Nenhum! Parabéns ao Comandante!', pronuncia-se Silas Malafaia

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O pastor Silas Malafaia minimizou as críticas de parte da imprensa às declarações do Comandante do Exército: "CONVERSA FIADA DA MÍDIA ESQUERDOPATA! Qual o crime do comandante do exército ao dizer q os militares estão a favor do povo e contra a impunidade ? NENHUM! PARABÉNS AO COMANDANTE DO EXÉRCITO!" 

'O general não falou por conta própria, mas sim pelo Exército', diz Eliane Cantanhêde sobre 'recado' a corruptos

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
A jornalista Eliane Cantanhêde reforçou que a declaração do Comandante do Exército, General Villas Boas, não é uma manifestação pessoal, mas representa a opinião da Força sob seu comando. 

'Se for o que parece, outro 1964 será inaceitável', afirma ex-PGR Janot sobre declarações de generais do Alto Comando

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tentou minimizar a importância da declaração do General Villas Boas, afirmando que "não acredita" que a mensagem seja o que parece: "Isso definitivamente não é bom. Se for o que parece, outro 1964 será inaceitável. Mas não acredito nisso realmente".

General Rocha Paiva faz alerta: 'Há indícios bem claros de uma trama envolvendo a máfia do colarinho branco que domina o Executivo e o Legislativo e que tem fortes vínculos no STF'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O General Rocha Paiva manifestou sua posição a respeito da recente polêmica que envolve declarações do General Villas Bôas. De acordo com Rocha Paiva, "Chefes militares diante de situações que possam trazer consequências extremamente graves para a Instituição militar ou a Nação têm a obrigação moral de não se omitir". O oficial adverte, ainda, para os indícios de uma trama envolvendo corruptos nos três poderes. Leia o texto completo:

Ministério da Defesa apoia manifestação do Comandante do Exército

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O Ministério da Defesa divulgou nota de apoio à manifestação do comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, na noite desta terça-feira, 3, dizendo que ele mantém "a coerência e o equilíbrio". Mais cedo, em sua conta no Twitter, o militar escreveu que o Exército "julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais".

Levy Fidelix desmente jornalistas e parabeniza o jornal O Estado de S. Paulo: 'Parabéns por restabelecer a verdade dos fatos!'

Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder
O pré-candidato à presidência, Levy Fidelix, criticou uma matéria jornalística do jornal O Estado de São Paulo, que afirmava que seu partido, o PRTB, estaria tentando atrair deputados durante a janela partidária, com 8 milhões em caixa: "naturalmente, não podíamos deixar de procurar a redação do jornal. Eu queria saber por que essa fantasia de alguém. Eu e meu partido temos dado exemplo nacional de estar fora de toda essa porcaria que os demais partidos vêm perpetrando contra o povo brasileiro. O jornal deve ter sido um pouco açodado quando fez essa matéria, mas hoje o jornal se retratou".
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...