domingo, 5 de fevereiro de 2017

Lindbergh Farias perde a compostura e tenta, descaradamente, culpar Moro pela morte de Marisa: 'Foi uma perseguição implacável'


Imagem: Montagem Ilustrativa/Correio do Poder
Ao chegar ao velório de Marisa Letícia, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que a ex-primeira-dama foi “vítima de perseguição”, o que teria agravado seu estado de saúde. “Estou engasgado com isso. Ela foi vítima de uma perseguição gigantesca e não aguentou”, disse o senador.


Após dizer que a ex-primeira-dama Marisa Letícia foi vítima de uma "perseguição implacável", o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) minimizou o encontro do presidente Michel Temer com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta semana no Hospital sírio-libanês.

"É precipitado achar que isso vai acarretar em entendimento político. Vamos bater duríssimo na reforma da Previdência e ainda consideramos Temer um presidente ilegítimo", afirmou a jornalistas ao chegar ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde o corpo de Marisa está sendo velado. O velório foi liberado há pouco e as primeiras pessoas começam a prestar solidariedade a Lula.

Segundo Farias, "não é exagero dizer que mataram dona Marisa. Ela foi vítima de uma perseguição infame".

Veja também: 






 

Com O Dia e Jornal do Brasil
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...