terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

'É um total absurdo, um tapa na cara dos brasileiros!', diz senador sobre projeto em regime de urgência para anistiar partidos


Imagem: Montagem Ilustrativa / Correio do Poder
O senador Reguffe (sem partido-DF) criticou o projeto em análise da Câmara dos Deputados que retira do Tribunal Superior Eleitoral a prerrogativa de punir os partidos que não prestem contas ou que apresentem as mesmas de maneira irregular.

O PL 4.424/2016, na Câmara, está em regime de urgência e tem prioridade de votação. Para Reguffe, essa anistia às legendas políticas é um "total absurdo" e vai contra a vontade dos cidadãos, que defendem mais transparência nas relações públicas.

Reguffe também protestou contra o aumento nas verbas do Fundo Partidário. O senador sublinhou que o fundo destinado a repassar dinheiro aos partidos contava com R$ 289 milhões em 2015 e em 2017 passou para R$ 819 milhões.

— Isso é absolutamente inaceitável. Já seria se nós não estivéssemos vivendo esse momento. Agora, nesse momento de crise. Com dinheiro faltando na saúde pública. Com dinheiro faltando na educação. Com dinheiro faltando na segurança. Fazer isso é um tapa na cara do cidadão honesto desse país. É um tapa na cara do contribuinte desse país.


Leia também: 
Vídeo impactante mostra lojas saqueadas em plena luz do dia no Espírito Santo; assista
Ministério Público pede bloqueio de R$ 3,8 bilhões de dono da Friboi
Presidência anuncia indicação de Alexandre de Moraes para o STF
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...