quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

'Teori estava muito preocupado e acreditava que 2017 seria muito mais complicado que 2016', diz filho de Zavascki


Imagem: Reprodução
O filho do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, Francisco Zavascki, confirmou que seu pai recebeu ameaças, e que isso era motivo de grande preocupação. Em entrevista ao Fantástico, ele deu detalhes de algumas das ameaças sofridas. Teori, que era relator da Lava Jato no STF, morreu num acidente aéreo quinta-feira (19), em Paraty.

Ainda segundo o filho, Teori estava muito preocupado com os rumos do país após a divulgação do teor das delações de 77 executivos da Odebrecht, que estavam sob sua responsabilidade e que teriam o sigilo retirado em fevereiro. "Ele se mostrou muito preocupado, achava que 2017 iria ser muito mais complicado que 2016. Havia uma apreensão muito grande dele com relação ao que ele já tinha analisado das delações, o que tinha lá dentro, e uma preocupação muito grande, uma preocupação de como o país e as instituições iriam reagir à divulgação desses depoimentos (...) pelo envolvimento de pessoas, não me disse quem, realmente poderosas."

Sobre as ameaças, Francisco falou: "De fato nós, seja via redes sociais, telefone ou aqui mesmo, sofremos diversos tipos de ameaças. Até meu sobrinho, que na época não tinha nem três anos de idade, teve sua foto espalhada na internet com os dizeres: 'Se encontrar por aí, dá um tranco nele, dá uma lição nele.' Eu imaginava que como este era o caso que estava trazendo toda a repercussão e a partir dele que se davam as ameaças, que então se procurassem um vínculo com este processo da Lava Jato. Ele [Teori] tinha preocupação constante, especialmente quando essas ameças eram dirigidas à família. A pedido dele foi aberto inquérito na Polícia Federal."

Em nota ao Fantástico, a Polícia Federal informou que “todas as ocorrências foram analisadas e concluiu-se que nenhuma delas apresentava risco real à segurança do ministro”.

Francisco falou também sobre o acidente: "Eu particularmente quero que realmente tenha sido uma fatalidade. Seria muito ruim para mim como filho descobrir que meu pai foi vítima de um homicídio. Seria muito ruim para o país. Nesse momento é absolutamente prematuro tirar qualquer conclusão do que aconteceu. A Polícia Federal vai investigar muito bem, a Cenipa, e vai ajudar a esclarecer o que aconteceu para todo mundo."

Veja também: 

 

 

Jornal do Brasil
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...