quinta-feira, 3 de março de 2016

Dilma faz pronunciamento após o senador Delcídio Amaral a entregar em delação premiada; veja vídeo


Imagem: Reprodução/Youtube
A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira (3) que a corrupção não começou no seu governo. A declaração foi dada durante a cerimônia de posse do novo ministro da Justiça e no mesmo dia em que foi divulgado que o senador Delcídio Amaral (PT-MS) decidiu fazer acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato. "Não estamos investigando a corrupção porque ela começou agora em meu governo. A corrupção está sendo investigada livremente e sem pressões porque nós não impusemos barreiras nem engavetamos as investigações", disse Dilma. Veja o vídeo:


A presidente deu posse hoje ao novo ministro da Justiça, Wellington César Lima e Silva, que assumiu no lugar de José Eduardo Cardozo, que deixou o posto após pressão. Cardozo será o novo ministro da Advocacia-Geral da União. Além deles, Luiz Navarro de Brito assumiu a Controladoria-Geral da União. Segundo a revista "IstoÉ", Delcídio acusou Dilma de atuar três vezes para interferir na Operação Lava Jato por meio do Judiciário.

Uma das investidas da presidente Dilma, segundo Delcídio, passava pela nomeação do desembargador Marcelo Navarro para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). "Tal nomeação seria relevante para o governo", pois o nomeado cuidaria dos habeas corpus e recursos da Lava Jato no STJ", afirma a reportagem. Delcídio contou aos procuradores que a estratégia foi discutida com Dilma no Palácio da Alvorada e que sua tarefa era conversar "com o desembargador Marcelo Navarro, a fim de que ele confirmasse o compromisso de soltura de Marcelo Odebrecht e Otávio Marques de Azevedo", da Andrade Gutierrez.


UOL SP








Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...