sábado, 12 de dezembro de 2015

'Não há dúvidas de que foi um ataque político coordenado', diz jornalista sobre censura a movimentos no Facebook


Imagem: Michel Filho / O Globo
O site O Antagonista expôs como oito perfis engajados na luta pelo impeachment foram bloqueados neste sábado. Após fazer a sua exposição, o jornalista explica por que crê que há a certeza de que foi um ataque político coordenado. Leia abaixo:
"O estrago no Avança Brasil foi maior que o do Vem Pra Rua, que teve a página e o perfil de Rogério Chequer, líder do grupo, bloqueados no Facebook. No primeiro caso, todos os seis administradores da fanpage foram impedidos de acessar a rede social de Zuckerberg.

Somados, ambos os grupos possuem mais de um milhão de seguidores e trabalhavam incansavelmente na organização e divulgação dos protestos deste domingo.

Com ao menos oito alvos identificados, resta a certeza de que foi um ataque político coordenado, para censurar aqueles que defendem o impeachment de Dilma."


Senador entra em contato com o Facebook e exige que páginas de movimentos contra Dilma sejam desbloqueadas

O senador Ronaldo Caiado relatou que entrou em contato direto com a equipe do Facebook Brasil e exigiu que as páginas de movimentos contra o governo, bloqueadas ou excluídas no início do dia, sejam colocadas no ar. Segundo Caiado, houve a garantia de que elas irão retornar imediatamente.

A página do VPR já pode ser acessada, entretanto, algumas das páginas bloqueadas e administradores suspensos continuam na mesma situação.

Às vésperas de protesto pelo impeachment, Facebook exclui páginas de movimentos contra Dilma

No início da manhã, a página Avança Brasil saiu do ar por denúncias de "conteúdo impróprio", o que foi denunciado no twitter do movimento. Por volta das 12h, pelas mesmas razões, a página do Vem pra Rua saiu do ar, o que também foi confirmado pelos organizadores. O site Folha Política já havia relatado, há alguns dias, como o Facebook estava, reincidentemente, bloqueando sites  que assumem postura crítica contra o governo. Saiba mais clicando aqui.

Até o momento, o Facebook não se pronunciou a respeito destas denúncias. Veja vídeo com o relato de um dos administradores da página Revoltados ON LINE:




O jornalista João Lima, da TV Revolta, também publicou um vídeo recentemente relatando episódios de censura nesta rede social:


Leia também:  Lei sancionada por Dilma faz a Lei de Imprensa do governo militar parecer democrática, diz Míriam Leitão
Presidente do PT defende cortar anúncios de TVs que 'apoiaram' manifestações

Veja também: 










Folha Política com Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...