sábado, 10 de outubro de 2015

General Paulo Chagas responde a polêmica gerada por declarações de comandantes militares sobre ministro comunista


Imagem: Montagem Ilustrativa / CP
A recepção dos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica ao novo Ministro da Defesa, Aldo Rebelo, despertou polêmica desde que foi veiculada nas mídias do ministério. Os comandantes o felicitam e elogiam, o que foi visto negativamente por parte dos usuários, tendo em vista o fato de Rebelo ser comunista e filiado ao PCdoB (Partido Comunista do Brasil), além de extremamente próximo do PT. Outros usuários, em contrapartida, viram a recepção como meramente protocolar, não aventando um sentido maior. 

Neste contexto, o General Paulo Chagas publicou um artigo respondendo à polêmica. Chagas afirma que se trata de uma polêmica vazia de conteúdo, pois que os militares não demonstram, ao receberem o ministro, qualquer vinculação com seu partido ou com suas ideologias. "Se alguém imagina que outra coisa seja possível é porque não conhece os militares brasileiros e a sua história. Quem afirma que outra coisa esteja acontecendo ou para acontecer revela, além do desconhecimento, perniciosa má fé e se torna tão perigoso à democracia quanto as proposituras ideológicas do partido do ministro.", disse ele. Veja o vídeo e leia o artigo:


Aldo Rebelo e os militares
Publicado em 10 de outubro de 2015
Caros amigos
O Brasil ainda é uma democracia porque os militares, em nome do povo, asseguraram que assim fosse.
O Ministro da Defesa, Sr Aldo Rebelo, é filiado a um partido político, o PC do B, um direito democrático de escolha garantido a todos os brasileiros, menos aos militares, porque o partido deles é, e só pode ser, o Brasil.
Assim, pouco importa quem seja o ministro, qual seja o seu partido ou suas convicções políticas, o que interessa e se impõe é o compromisso dos militares com o Brasil e com a sua missão constitucional.
O Comandante Supremo das FFAA é o (a) Presidente da República, escolhido (a) pelo povo, de quem emana o poder para fazê-lo.
O Ministro da Defesa exerce um cargo político e não é o Comandante das FFAA. A ele cabe a tarefa de criar as condições possíveis e necessárias para que os militares defendam a Pátria e garantam a ordem interna e o cumprimento das leis.
As posições do parlamentar Aldo Rebelo, os interesses profissionais e corporativos e as posições nacionalistas dos militares sempre foram reconhecidamente convergentes, o que fez e faz com que ele seja tratado como um aliado das proposições, das posições e das necessidades dos militares.
O fato de ele ser considerado um aliado confiável na criação das melhores condições para o cumprimento das missões constitucionais não o incorpora às FFAA, nem tampouco subordina os militares ao ideário do PC do B, nem diminui o comprometimento dos militares com o seu próprio partido, porque, para os Marinheiros, para os Soldados e para os Aviadores, acima de tudo e de todos, estará sempre o Brasil, livre e democrático!
Se alguém imagina que outra coisa seja possível é porque não conhece os militares brasileiros e a sua história.
Quem afirma que outra coisa esteja acontecendo ou para acontecer revela, além do desconhecimento, perniciosa má fé e se torna tão perigoso à democracia quanto as proposituras ideológicas do partido do ministro.
Gen Bda Paulo Chagas
Leia também: 
Dilma tira poderes de comandantes militares e gera polêmica e conflito
Coronel diz que Brasil está prestes e viver guerra civil inevitável, culpa Lula e prevê encadeamento dos fatos; veja vídeo
Generais respondem a presidente da CUT: 'Cuidado com a língua, o Brasil só tem um Exército e qualquer grupo armado terá de enfrentá-lo'
General critica ministro da Defesa de Dilma por declarações sobre o MST: 'antiético e imoral'
Coronel Moézia gera polêmica ao dizer que agora é hora de 'radicalizar' contra o PT
General chama petistas de ‘vendilhões corruptos’ e afirma: ‘O Brasil tem dono. É o povo brasileiro’; veja vídeo
General critica o Governo Dilma e exalta o Regime Militar em palestra no Clube Militar
PT e filho de Zé Dirceu propõem que quem pedir intervenção militar seja preso
Generais se posicionam a favor do impeachment de Dilma: 'Collor foi afastado por muito menos'
Coronel chama Dilma de ‘chefe de quadrilha’ e diz que está disposto a dar a vida em luta armada contra guerrilheiros do PT; veja vídeo
General Rômulo Bini responde a ameaça de Lula e alerta: 'As Forças Armadas estarão à frente'
General chama Lula de 'hiena desesperada' e responde a ameaça: 'Vamos encarar e ir à luta'
General diz que atitude de novo ministro da Defesa de Dilma é imperdoável
Marcha pedindo impeachment de Dilma e intervenção militar finaliza na Praça da Sé, veja imagens
Exército brasileiro possui munição para uma hora de guerra
Comando Militar do Sudeste descobre que Cuba infiltrou militares no Mais Médicos
Bolsonaro diz que há exército de cubanos no Brasil e que poderá haver derramamento de sangue; assista ao vídeo
General Paulo Chagas pronuncia-se contra o PT, expõe planos do partido e atinge milhares de pessoas; veja
'Não acredito nas lágrimas de crocodilo da terrorista que governa este país', diz general Arlenio Souza da Costa
FHC critica 'Marcha da Família' e diz que 'população não quer mudar o regime' 
Coronel Moézia chama comandantes militares de covardes e traiçoeiros

Redação
Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...