quinta-feira, 9 de julho de 2015

Jornalista da Folha de SP aponta que Aécio pode assumir presidência após cassação de Dilma pelo TSE


Imagem: Reuters
A jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, aventou uma hipótese em que o senador Aécio Neves, do PSDB/MG, pode assumir a Presidência da República após a cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff. Veja o vídeo:


“A derrota dos representantes de Dilma Rousseff no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no processo em que o empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, é convocado para depor sobre a contribuição financeira que fez à campanha da presidente, em 2014, acendeu o sinal amarelo no PT. O resultado foi acachapante: os ministros rejeitaram os recursos, para que Pessoa não desse depoimento, por unanimidade.”, disse ela.

“Na avaliação de parte da legenda, o resultado mostra que o TSE pode ser um terreno até mais árido para Dilma do que o TCU (Tribunal de Contas da União), que analisa as "pedaladas fiscais" do governo. O tribunal eleitoral investiga irregularidades nas contas da campanha que podem resultar até na cassação do diploma de Dilma. O caso deve ser julgado até outubro. No caso extremo de cassação do diploma de Dilma, quando ela e o vice, Michel Temer, seriam afastados dos cargos, seria aberta a polêmica: o segundo colocado na campanha de 2014, Aécio Neves, assume, como já decidiu o TSE em outros processos (Roseana Sarney, por exemplo, ficou em segundo e assumiu o governo do Maranhão em 2009, depois que o tribunal cassou o então governador Jackson Lago)? Ou o TSE convoca novas eleições?”, relatou ela.


Veja também:

Dessa maneira, abre-se uma hipótese para que o segundo colocado nas eleições assuma. De acordo com as mais recentes pesquisas, caso as eleições fossem hoje, Aécio Neves seria eleito, inclusive se concorresse com Lula e Marina Silva.

Vídeos relacionados


A hipótese de Aécio Neves assumir provocaria turbulência até entre os tucanos, em especial os também presidenciáveis Geraldo Alckmin e José Serra, disse Bergamo. Qual é a sua opinião a respeito deste fato? Para o Brasil, seria conveniente que a presidente Dilma Rousseff saísse do poder e Aécio assumisse neste momento? Seria mais justa a realização de uma nova eleição ou, ainda seria mais correto o impeachment, em que assumiria o seu vice?

Com João Lima, Diário Virtual, e Mônica Bergamo, Folha de S. Paulo
Editado por Correio do Poder
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...